Publicações

PROIBIDO, a partir de hoje (14/01/2022), USO DE PLÁSTICO EM TODA A EUROPA!

14 de janeiro de 2022

Acabar com a poluição ligada ao plástico. Para atingir este objetivo, entrará em vigor, na União Europeia, nesta sexta-feira, 14, uma lei que proíbe o uso de plásticos monouso ou descartáveis. Pratos, talheres, copos, cotonetes, canudos e balões plásticos são proibidos, incluindo sacolas de compras, recipientes para alimentos e bebidas e tampas. E muitos outros produtos feitos de plástico (Canção Nova, Vatican News 1, 2Molyneux & Mele, 2022).

A proibição não se aplica aos produtos plásticos laváveis e não descartáveis, que são reutilizáveis. Estão previstas multas, muito elevadas, para os que não cumprirem a lei. O plástico contamina as florestas, acaba no mar, decompõe-se em minúsculas partículas que entram na cadeia alimentar e acabam em nossos pratos (Vatican News 1, 2).

Os plásticos de uso único (mono uso ou "single-use") usam materiais feitos principalmente de produtos químicos à base de combustíveis fósseis (petroquímicos) e devem ser descartados logo após o uso – geralmente, em poucos minutos. Os plásticos de uso único são mais comumente usados para embalagens e utensílios de serviço, como garrafas, embalagens, canudos e sacolas (Fonte).

O Agronômica apoia a proposta da FAO de SAÚDE ÚNICA (ONE HEALTH): A saúde dos animais, das pessoas, das plantas e do meio ambiente está interligada. One Health é uma abordagem integrada que reconhece essa relação fundamental e garante que especialistas em vários setores trabalhem juntos para enfrentar ameaças à saúde de animais, humanos, plantas e meio ambiente (FAO). Portanto, o Agronômica aplaude a proibição do uso de plástico em vigor na União Europeia a partir de hoje e espera que tal proibição se estenda para todo o mundo, incluindo o Brasil.