Publicações

Agronômica trabalha para garantir o churrasco!

13 de janeiro de 2022

O Agronômica recebeu 85 amostras de sementes de sorgo (Sorghum bicolor), coletadas pelo VIGIAGRO, importadas dos Estados Unidos da América. Entre as pragas de restrição a serem analisadas estão fungos (Ascochyta sorghi, Periconia circinata), insetos (Alphitobius laevigatus, Prostephanus truncatus), nematoides (Ditylenchus dipsaci), sementes de plantas daninhas (Cirsium arvense, Striga spp.) e vírus (Barley stripe mosaic virus), de acordo com as Instruções Normativas do MAPA.

O sorgo tem sido apresentado como espécie adaptada ao processo de ensilagem pela facilidade de cultivo, pelos altos rendimentos por hectare e pela qualidade da silagem produzida, sem a necessidade de aditivos para estimular a fermentação, sendo essencial na produção de leite. A estacionalidade de produção das forrageiras nos trópicos e a necessidade de se obter maior uniformidade na produção ilustram a importância da disponibilidade de sementes de híbridos para o pecuarista, também. Ou seja, no momento que o Agronômica analisa as sementes para atestar a ausência de pragas quarentenárias, ele participa do processo que permiti que empresas responsáveis pela produção de sementes no Brasil consigam atender tais demandas.  Consequentemente, o Agronômica trabalha para garantir o churrasco, o leite, o queijo, o iogurte...entre outros objetivos!