Publicações

Treinamento em levantamento de pragas agrícolas para fiscais da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastorial de Rondônia (IDARON)

12 de setembro de 2019

Ver ampliada

Treinamento em levantamento de pragas agrícolas para fiscais da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastorial de Rondônia (IDARON), nos dia 10, 11 e 12 de setembro, em Cacoal, Rondônia.

Ver ampliada

Ver ampliada

Eng. Agr. João Paulo de Souza Quaresma, Coordenador de Pragas da IDARON, responsável pela organização do evento, na abertura no plenário da Câmara Municipal de Cacoal, RO, 10/09/2019.

Ver ampliada

Biól. M.Sc. Vinícius Alves Ferreira

Ver ampliada

Ver ampliada

Ver ampliada

Eng. Agr. Mateus Silveira Lorenset

Ver ampliada

Chegada no Aeroporto de Cacoal, RO, segunda-feira, 09/09/2019.

O Agronômica, através do Eng. Agr. Mateus Silveira Lorenset, Biól. M.Sc. Vinícius Alves Ferreira e Eng. Agr. Valmir Duarte, realizou o treinamento em levantamento de pragas agrícolas para fiscais da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastorial de Rondônia (IDARON), nos dia 10, 11 e 12 de setembro, em Cacoal, Rondônia. O curso constou de um aperfeiçoamento, visto a grande experiências dos participantes e o grande interesse em todos os pontos abordados.

O Prof. Dierlei dos Santos, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia, Campus Cacoal, participou do curso e disponibilizou a visita a pomares de citros e goiabeiras da sua família para a realização do treinamento prático a campo na quinta-feira à tarde, dia 12, coroando de maneira explêndida o conteúdo abordado nos três dias. A experiência do Prof. Dierlei ajudou demais a responder os diversos questionamentos sobre as questões práticas de pragas e doenças nos pomares.

O Eng. Agr. João Paulo de Souza Quaresma, Coordenador de Pragas da IDARON, responsável pela organização do evento, foi muito bem sucedido no empreendimento. Todos agradeceram muito a oportunidade, particularmente os representantes do Agronômica.

************

O programa abordou os seguintes temas:

1) PRAGAS: Fusarium oxysporum f. sp. cubense, Mycosphaerella fijiensis, Ralstonia solanacearum raça 2 (bananeira), Meloidogyne spp. (cafeeiro, goiabeira), Ca. Liberibacter spp., Xanthomonas citri pv. citri, Schizotetranychus hindustanicus (citros), Moniliophthora roreri (cacau, cupuaçu) e Phakopsora pachyrhizi (soja).

2) Distribuição, disseminação, sazonalidade, padrões de distribuição espacial e padrões de inspeção, ciclo de vida e mecanismos de disseminação passiva e ativa de pragas. 

3) Acompanhamento e erradicação de pragas introduzidas; programas de contenção; definições de levantamento e monitoramento; Objetivos e aplicações; Planejamento local do levantamento considerando áreas de risco entre outros.
 
4) Medidas de biossegurança que devem ser aplicadas para evitar a disseminação de pragas entre estabelecimentos inspecionados; Procedimentos para inspeção de cultivos; Procedimentos para inspeção de produtos vegetais; Técnicas de inspeção visual de plantas.
 
5) Descrição de sintomas: amarelecimento, desfolha, manchas, morte de plantas, morte de plantas, morte de ponteiros, mosaico, murcha, podridão, queda dos frutos, rachaduras, seca, tombamento etc...
 
6) Seleção de material para coleta; Extração de material; Embalagem e medidas de conservação.
Método de inspeção;
 
7) Visualização e determinação de sintomas/sinais associados a pragas; Preenchimento de formulários de inspeção; Coleta de amostras de pragas; Embalagem e envio de amostras.
 
8) Demonstração dos principais aspectos de uma inspeção de campo (prática) em pomares de citros e goiabeiras (JMC4+35 Teixeirão, Cacoal - RO (11°22'47.1"S 61°20'40.6"W))