Larvas de sirfídeo em laranjeira

27 de agosto de 2017

Ver ampliada

Larva de sircídeo, predadora de pulgão-preto, em laranjeira, Teresópolis, Porto Alegre, RS, 27/08/2017

Larva de sircídeo, predadora de pulgão-preto, em laranjeira, Teresópolis, Porto Alegre, RS, 27/08/2017



Larva de sircídeo, predadora de pulgão-preto, em laranjeira, Teresópolis, Porto Alegre, RS, 27/08/2017



Larva de sircídeo, predadora de pulgão-preto, em laranjeira, Teresópolis, Porto Alegre, RS, 27/08/2017



Pulgão-preto, Toxoptera citricidus, presa de sirfídeos...



Pulgão-preto, Toxoptera citricidus, presas de sirfídeos



Larva de sirfídeo (Família Syrphidae) em folha de laranjeira, Teresópolis, Porto Alegre, RS, 27/08/2017, determinado pelo Biól. Gabriel de Carvalho Guimarães.

Os sirfídeos, também conhecidos como moscas-das-flores, constituem uma família de moscas (ordem Diptera) que, tal como o nome sugere, são encontradas, geralmente, junto a flores, onde estes insetos, na sua forma adulta, alimentam-se do néctar e do pólen das flores.
As larvas têm vários tipos de alimentação: algumas são saprófitas, alimentando-se de plantas e animais em decomposição, ou em locais alagadiços; outras são insetívoras, tomando como presas afídios, tripes e outros insetos que parasitam e sugam a seiva das plantas. Por esta razão, os sirfídeos são reconhecidos como um importante meio ecológico de controle de pragas na agricultura. Nesta mesma planta, encontravam-se inúmeros pulgões (Pulgão-preto, Toxoptera citricidus), cuja as fotos estão abaixo, e que provavelmente são presas destes sirfídeos.

Eng. Agr. PhD Valmir Duarte, CREA-RS 029.404 (RN 220408306-2), Professor Titular de Fitopatologista (UFRGS, aposentado), valmir@agronomicabr.com.br