Parceria para a produção de material de referência

29/10/2018


Reunião LANAGRO de Pedro Leopoldo e Agronômica, 19 de outubro de 2018.


Reunião LANAGRO de Pedro Leopoldo e Agronômica, 19 de outubro de 2018.

A diretora Patrícia de Souza Teló e as colaboradoras Biól. M. Sc. Dana Cruz, analista de preparo e de material de referência, bem como a Eng. Agr. Dra. Camila Cristina Lage de Andrade, analista de Micologia do Agronômica, participaram da 1º reunião de apresentação do Parque Tecnológico em Defesa Agropecuária, na sexta-feira, 19/10/2018, em Pedro Leopoldo, Minas Gerais, no Laboratório Nacional Agropecuário – LANAGRO.
O coordenador das áreas de Desenvolvimento e Inovação Laboratorial, Auditor Fiscal Federal Agropecuário Eng. Agr. Nilson César Castanheira Guimarães, o Eng. Agr. Dr. André Nepomuceno Dusi e o Auditor Fiscal Federal Glauco Teixeira, responsável pelo laboratório de Diagnóstico Fitossanitário,  apresentaram a estrutura da unidade de segurança biológica nível quatro, dos laboratórios de ensaios e das unidades de apoio, com o objetivo de mostrar a capacidade instalada e o nível tecnológico.
Após a visita os presentes reuniram-se com o Auditor Fiscal Federal Agropecuário Dr. Ricardo Aurélio Pinto Nascimento, coordenador da unidade, bem como com o Sr. Cristiano Ariel, prefeito do município de Pedro Leopoldo e seus secretários, para apresentação da Nota Conceitual elaborada por esta comissão.  
O parque tecnológico, conforme conceito discutido, será um habitat especializado com o objetivo de gerar uma capacidade sustentável de inovação em uma área temática específica.  Em função dessa característica básica, será composto por diferentes atores, com indivíduos e instituições com características de talento, intensivas em conhecimento, Instituições de Ciência e Tecnologia (ICT), universidades, empresas, associações, tanto do setor público como privado.
O Dr. Nilson explicou que a unidade de Pedro Leopoldo foi escolhida para sediar o parque em função da proximidade com o Aeroporto Internacional, Confins, MG, e pelo fato de ser a maior unidade do MAPA em área e investimento tecnológico.
A diretora Patrícia expôs aos presentes a intenção de estabelecer uma parceria para a produção de Material de Referência Certificado, com o objetivo de atender demandas particulares do Laboratório, bem como demandas do MAPA para elaboração e implementação de programas de proficiência da Rede de Laboratórios Agropecuários.
A nota técnica prevê um estudo de viabilidade técnica, jurídica e ambiental até 2023, quando os interessados, especialmente os pré-estabelecidos como âncoras do projeto, passarão para a nova fase de estudos de implantação.
A reunião serivu para acordar estratégias para a elaboração de um projeto piloto de produção de material de referência de uma praga de interesse de ambas as partes, LANAGRO e Agronômica.


Veja mais notícias