Agronômica no IV Encontro Mineiro de Coleções Biológicas

28/11/2019


Patrícia e Dana

Nos dias 21 e 22 de novembro de 2019, a Eng. Agr. M.Sc. Patrícia de Souza Teló, diretora do Agronômica, e a analista responsável pelo setor de preparo de materiais, e preservação de materiais microbiológicos, Biól. M.Sc. Dana Cruz, participaram do IV Encontro Mineiro de Coleções Biológicas em Belo Horizonte, Minas Gerais.
O encontro, organizado pelo Instituto René Rachou/FIOCRUZ – Minas, sediado no Museu de Ciências Naturais da PUC Minas, reuniu entre outros interessados: pesquisadores de universidades e instituições de pesquisa, curadores de coleções, agentes de órgãos regulatórios do governo, e envolvidos do setor privado.
Sob a temática “LEGISLAÇÕES APLICADAS ÀS COLEÇÕES BIOLÓGICAS”, foram abordados assuntos ligados ao conhecimento e o cumprimento da legislação nacional e internacional pertinente, condições adequadas de preservação, políticas de divulgação e disseminação de dados sobre biodiversidade.
Dentre os expoentes deste encontro os palestrantes convidados: Dr. Alexander Wilhelm Armin Kellner, Diretor do Museu Nacional do Rio de Janeiro e o pesquisador, e o Dr. Francisco Luis Franco, do Instituto Butantã, apresentaram os impactos e as perdas irreparáveis dos incidentes ocorridos por incêndios nestas duas instituições e alertaram sobre a importância dos museus e coleções para a sociedade, bem como os seus compromissos mútuos.
A Dra. Luciana Barreto Nascimento, professora da Universidade Federal do Paraná, apresentou o notório trabalho desenvolvido neste estado para a constituição da rede estadual de coleções, Rede Taxonline. E o curador da Coleção de Simulídeos do Instituto Oswaldo Cruz/ Fiocruz, que abordou estratégias para a promoção das coleções biológicas, enfatizou a necessidade de um alinhamento entre a missão e a visão da coleção com a instituição na qual está vinculada. 
Entre tantos conhecimentos adquiridos, trouxemos na bagagem, a confirmação de que o fator determinante para a diferenciação e reconhecimento entre as coleções microbiológicas, é o nível de implementação da gestão da qualidade, e as certificações decorrentes deste. Além do fato de que, os museus e as coleções, precisam compor o contexto social e serem vistos como algo que faz parte das demandas da sociedade, sendo dinâmicos na promoção do conhecimento científico.


Veja mais notícias