Como diferenciar Sitophilus oryzae de S. zeamais?
27/03/2021

Ver ampliada

Figura 1. Vista dorsal adultos de Sitophilus oryzae (A) e S. zeamais (B)


Ver ampliada

Figura 2. Edeago de macho de Sitophilus oryzae (A) e S. zeamais (B)


Ver ampliada

Figura 3. Esclerito em forma de “Y” da genitália de fêmea de Sitophilus oryzae (A) e S. zeamais (B)



As espécies Sitophilus oryzae e S. zeamais (Coleoptera: Curculionidae) são consideradas pragas importantes de grãos armazenados no Brasil e em diversos países do mundo. Ambas as espécies têm sido interceptadas no Paraguai, principalmente em trigo e milho em grãos, resultado do trabalho de inspeção integrada do Ministério da Agricultura do Brasil e SENAVE (órgão paraguaio responsável pela fiscalização da qualidade e sanidade vegetal). A inspeção integrada das cargas antes da saída do país de origem tem acelerado o processo de fiscalização, pois permite que as medidas cabíveis sejam tomadas antes que a carga entre no país de destino, e se intensificou desde dezembro de 2020. 

O monitoramento e o diagnóstico rápido e preciso das espécies praga estão entre as primeiras etapas para a adoção de medidas de controle adequadas, quando necessário. O Agronômica recebe os espécimes coletados e determina na extensão do laboratório em Foz do Iguaçu.

O gênero Sitophilus é representado por Curcuilinídeos com rostro cilíndrico de margem dorsal reta no geral. As antenas são inseridas na base do rostro, logo a frente dos olhos, apresentam funículo de 6 segmentos e clava com segmento basal brilhante. Os élitros possuem largura similar ao tórax e são levemente mais curtos que o abdômen, deixando a ponta do abdômen exposta.

As espécies S. oryzae e S. zeamais apresentam morfologia externa bastante similar (Figura 1). Ambas se diferenciam das demais espécies do gênero por apresentar o rostro com arqueamento na região sobre os olhos, com o sulco antenal separado do olho e puncuturas do pronoto arredondadas.

Sitophilus oryzae geralmente apresenta a linha média do pronoto sem puncturas (Figura 1A), enquanto S. zeamais apresenta puncturas distribuídas por toda a superfície do pronoto (Figura 1B), porém para diagnóstico mais seguro é recomendado a análise da morfologia dos escleritos das genitálias. 

Machos de S. oryzae apresentam lobo mediano do edeago com superfície lisa e convexa (Figura 2A); esclerito livre na base do lobo mediano do edeago pequeno e com ápice arredondado. Fêmeas apresentam esclerito em forma de Y com lobos laterais paralelos e com ápices arredondados, separados por uma distância menor que a soma da largura dos lobos (Figura 3A).

Machos de S. zeamais apresentam edeago com superfície achatada com depressões longitudinais distintas ao longo de cada lado da linha mediana, formando uma crista central (Figura 2B); esclerito livre na base do lobo mediano do edeago relativamente maior e com ápice agudo. Fêmeas apresentam esclerito em forma de Y com lobos laterais afunilando gradualmente e apresentando ápices pontiagudos, separados por uma distância maior que a largura dos dois juntos (Figura 3B).

Referências

Demeneghi, Cainã Costa. 2014. Caruncho-do-milho. Agriporticus. Disponível em: http://www.agronomicabr.com.br/agriporticus/detalhe.aspx?id=323. Acesso em: 27.mar.2021.

Hong, K.; Lee, W.; Park, Y; Yang, J. 2018. First confirmation of the distribution of rice weevil, Sitophilus oryzae, in South Korea. 11: 69-75. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2287884X18300190. Acesso em: 26.mar.2021.

Likhayo, P. W. & Hodges, R. J. 2000. Field monitoring Sitophilus zeamais and Sitophilus oryzae (Coleoptera: Curculionidae) using refuge and flight traps baited with synthetic pheromone and cracked wheat. J. Stored Prod. Res. 36:341–353 Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/s0022-474x(99)00052-1.

Pereira, P.R.V.S.; Almeida, L.M. 2001. Chaves para a identificação dos principais Coleoptera (Insecta) associados com produtos armazenados. Rev. bras. Zool. 18 (1): 271-283. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbzool/v18n1/v18n1a31.pdf .Acesso em: 26.mar.2021.

Rita Devi, S.; Thomas, A.; Rebijith, K. B. & Ramamurthy, V. V. 2017. Biology, morphology and molecular characterization of Sitophilus oryzae and S. zeamais (Coleoptera: Curculionidae). J. Stored Prod. Res. 73:135–141 Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0022474X16303083.

Silva, Rogério Fernando Pires da. Gorgulho em sementes de azevém oriundas da Argentina. Agriporticus. Disponível em: http://www.agronomicabr.com.br/agriporticus/detalhe.aspx?id=142. Acesso em: 27.mar.2021 

*******

How to cite: Batista F.C.; Ferreira, V.A.; Marchetti, M.M. 2021. Como diferenciar Sitophilus oryzae de S. zeamais? Agriporticus. Disponível em: <http://www.agronomicabr.com.br/agriporticus/detalhe.aspx?id=968>. Acesso em: 27.mar.2021. (Atualize a data de acesso.)

Nova busca

Sobreo projeto

O AgriPorticus é uma iniciativa do Agronômica visando compartilhar os registros de ocorrências de pragas e doenças, disponibilizando imagens que auxiliem o seu reconhecimento por extensionistas e agricultores no campo.
Visite o site para maiores informações: www.agronomicabr.com.br