Percevejo do arroz, Oebalus poecillus, em zona urbana
01/05/2021

Ver ampliada

Figura 1. Percevejo (Oebalus poecillus) encontrado em zona urbana de Porto Alegre, RS, abril de 2021.


Ver ampliada

Figura 2. Cabeça e antenas do percevejo (Oebalus poecillus) encontrado em zona urbana de Porto Alegre, RS, abril de 2021.


Ver ampliada

Figura 3. Percevejo (Oebalus poecillus) encontrado em zona urbana de Porto Alegre, RS, abril de 2021.


Ver ampliada

Figura 4. Percevejo (Oebalus poecillus) encontrado em zona urbana de Porto Alegre, RS, abril de 2021.


Ver ampliada

Figura 5. Percevejo (Oebalus poecillus) encontrado em zona urbana de Porto Alegre, RS, abril de 2021.


Ver ampliada

Figura 6. Percevejo (Oebalus poecillus) encontrado em zona urbana de Porto Alegre, RS, abril de 2021, em alfinete entomológico.


Ver ampliada

Figura 7. Pronoto, escutelo e hemiélitros do percevejo (Oebalus poecillus) encontrado em zona urbana de Porto Alegre, RS, abril de 2021.


Ver ampliada

Figura 8. Percevejo (Oebalus poecillus) encontrado em zona urbana de Porto Alegre, RS, abril de 2021.


Ver ampliada

Figura 9. Vista lateral do percevejo (Oebalus poecillus) encontrado em zona urbana de Porto Alegre, RS, abril de 2021, montado em alfinete entomológico.


Ver ampliada

Figura 10. Vista ventral do percevejo (Oebalus poecillus) encontrado em zona urbana de Porto Alegre, RS, abril de 2021.



Percejo Oebalus poecillus (Dallas) (Hemiptera: Pentatomidae), pentatomídeo, encontrado em zona urbana de Porto Alegre, RS, abril de 2021, por Naihana Schaffer. Este percevejo se alimenta de plantas de aveia, trigo, algodão, soja, milho e, principalmente, de arroz. Podem ser encontrados em arroz de várzea ou de terras altas. Mede cerca de 7 mm de comprimento por 4 mm de largura (Weber,  2018).

Nomes comuns: Percevejo-do-arroz, Percevejo da panícula, Chupão-do-arroz

Tipo de sintoma: Perfuração

Referências:

Agrolink. 2021. Percevejo do arroz. Agrolink. Disponível em: https://www.agrolink.com.br/problemas/percevejo-do-arroz_496.html. [Acesso em: 3.maio.2021].

Bowling, C.C. 1979. The stylet sheath as an indicator of feeding activityof the rice stink bug. Journal of Economic Entomology, 72 (2):259-60.

Chaves, G. S.; Ferreira, E. & Garcia, A. H. 2001. Influência da alimentação de Oebalus poecilus (Heteroptera: Pentatomidade) na emergência de plântulas em genótipos de arroz (Oryza sativa) irrigado. Pesquisa Agropecuária Tropical. 31:79–85 Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/28467/1/pat31n1Chaves.pdf. [Acesso em: 3.maio.2021].

Martins, J.F.S., A. S. Ribeiro & A.L.S. Terres. 1989. Danos causados pelo percevejo do grão no arroz irrigado, p. 396-404. In: Reunião da Cultura do Arroz Irrigado, 18. Porto Alegre, RS. 641 p.

Pugliese, A. 1955. O percevejo do arroz. Lavoura Arrozeira, 9 (99):3-8.

Santos, R. S. S.; Prando, H. F.; Redaelli, L. R.; Diefenbach, L. M. G. & Romanowski, H. P. 2002. Ocorrência natural de Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. em adultos hibernantes de Oebalus poecilus (Dallas) (Hemiptera: Pentatomidae). Neotropical Entomology. 31:153–155 Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/s1519-566x2002000100021.

Silva, D.R. 2000. Avaliação de perdas causadas por Oebalus spp. em arroz de terras altas. Tese de Mestrado. Escola de Agronomia da Universidade Federal de Goiás. Goiânia, GO. 66 p.

Weber NC. Danos de Oebalus poecilus (Hemiptera: Pentatomidae) e ocorrência de herbívoros e parasitoides em arroz irrigado [Internet] [Mestre]. Radaelli LR, orientadora. Faculdade de Agronomia, UFRGS, 2018. Disponível em: http://hdl.handle.net/10183/197781. Acesso em: 01.maio.2021. 

******

How to cite: Ferreira, V. A. 2021. Percevejo do arroz, Oebalus poecillus, em zona urbana. Agriporticus. Disponível em: http://www.agronomicabr.com.br/agriporticus/detalhe.aspx?id=1971. Acesso em: 03.maio.2021 (Atualize a data de acesso.)


Nova busca

Sobreo projeto

O AgriPorticus é uma iniciativa do Agronômica visando compartilhar os registros de ocorrências de pragas e doenças, disponibilizando imagens que auxiliem o seu reconhecimento por extensionistas e agricultores no campo.
Visite o site para maiores informações: www.agronomicabr.com.br