Zelurus lilloi: Percevejo predador
19/12/2020

Ver ampliada


Ver ampliada


Ver ampliada


Ver ampliada


Ver ampliada


Ver ampliada


Ver ampliada


Ver ampliada

Detalhe do aparelho bucal de Zelurus lilloi Lent & Wygodzinsky, 1954 (Reduviidae, Heteroptera), percevejo predador.


Ver ampliada

Detalhe do aparelho bucal de Zelurus lilloi Lent & Wygodzinsky, 1954 (Reduviidae, Heteroptera), percevejo predador.


Ver ampliada

Detalhe do aparelho bucal de Zelurus lilloi Lent & Wygodzinsky, 1954 (Reduviidae, Heteroptera), percevejo predador.


Ver ampliada

Detalhe do aparelho bucal de Zelurus lilloi Lent & Wygodzinsky, 1954 (Reduviidae, Heteroptera), percevejo predador.


Ver ampliada

Detalhe do aparelho bucal de Zelurus lilloi Lent & Wygodzinsky, 1954 (Reduviidae, Heteroptera), percevejo predador.


Ver ampliada

Detalhe do aparelho bucal de Zelurus lilloi Lent & Wygodzinsky, 1954 (Reduviidae, Heteroptera), percevejo predador.



Espécime de percevejo, enviado ao Agronômica com suspeita de ser o barbeiro, percevejo transmissor do protozoário causador da doença de Chagas, capturado em residência no Morro São Caetano, Teresópolis, Porto Alegre, RS, em 16/12/2020, de acordo com a análise das características morfológicas, indicou tratar-se de Zelurus lilloi Lent & Wygodzinsky, 1954 (Reduviidae, Heteroptera), percevejo predador.

As características que diferenciam percevejos predadores (alimentam de outros artrópodes) (Saran et al., 2007), fitófatos (alimentam-se de plantas) e barbeiro (sangue) são as seguintes:

Percevejo predador – o rostro, que também surge da parte da anterior da cabeça, é curto e curvo e não ultrapassa o primeiro par de pernas.

Percevejo fitófago – o aparelho bucal consta de um rostro fino e comprido que surge da parte anterior da cabeça e prolonga-se por entre o primeiro e segundo pares de pernas.

Barbeiro – o rostro surge da parte anterior da cabeça, é reto, curto e também não ultrapassa o primeiro par de pernas. 

Os triatomíneos são conhecidos por diversos nomes (barbeiro, chupão, piolho-de-piaçava, dentre outros), alimentam-se de sangue, nas diferentes regiões onde são encontrados, participando ou não do ciclo de transmissão do protozoário Tripanosoma cruzi, causador da doença de Chagas. Três gêneros de barbeiros são descritos como vetores do protozoário no Brasil: Triatoma, Panstrongylus e Rhodnius. O gênero Rhodnius é o mais comum na Amazônia Brasileira, tem hábito noturno e vive entre piaçabais e outras palmeiras, infectando extratores de fibra, principalmente em áreas ribeirinhas, onde as pessoas destroem o ambiente natural do barbeiro e causam a dispersão desse inseto, que invade as áreas domiciliares. No Acre são relatadas as espécies: Rhodnius robustus Larrousse e Panstrongylus geniculatus (Latreille) (Santos, 2016).

Os percevejos predadores, caso haja escassez de presas, podem se alimentar de plantas.

Literatura citada

Santos, R. S. 2016. Reconhecimento de Percevejos Predadores, Fitófagos e Hematófagos Associados ao Açaizeiro e Nota sobre a Doença de Chagas. EMBRAPA Acre. Disponível em: https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/bitstream/doc/1057705/1/26221.pdf. Acesso em: 19 dez.2020.

Saran, E. D., Thomazoni, D., Serra, A. P., Degrande, P. 2007. Manual dos insetos benéficos do algodoeiro. Campinas, FMC-Química do Brasil. Disponível em: https://digital-library-drupal.s3.sa-east-1.amazonaws.com/library-content/manualinsetosbeneficosalgodao.pdf. Acesso em: 19 dez.2020.

*******

How to cite: Ferreira, V. A. Zelurus lilloi: Percevejo predador. Agriporticus. Disponível em: <http://www.agronomicabr.com.br/agriporticus/detalhe.aspx?id=930>. Acesso em: 19 dez.2020.

Nova busca

Sobreo projeto

O AgriPorticus é uma iniciativa do Agronômica visando compartilhar os registros de ocorrências de pragas e doenças, disponibilizando imagens que auxiliem o seu reconhecimento por extensionistas e agricultores no campo.
Visite o site para maiores informações: www.agronomicabr.com.br