Panicum aquaticum e pulgão-do-milho
15/06/2018

Ver ampliada

Plantas no pátio do Colégio Murialdo, Bairro São José, Porto Alegre, determinado como Panicum aquaticum, família Poaceae. 


Ver ampliada

Plantas no pátio do Colégio Murialdo, Bairro São José, Porto Alegre, determinado como Panicum aquaticum, família Poaceae. 


Ver ampliada

Plantas no pátio do Colégio Murialdo, Bairro São José, Porto Alegre, determinado como Panicum aquaticum, família Poaceae. 


Ver ampliada

Plantas no pátio do Colégio Murialdo, Bairro São José, Porto Alegre, determinado como Panicum aquaticum, família Poaceae. 


Ver ampliada

Plantas no pátio do Colégio Murialdo, Bairro São José, Porto Alegre, determinado como Panicum aquaticum, família Poaceae. 


Ver ampliada

Plantas no pátio do Colégio Murialdo, Bairro São José, Porto Alegre, determinado como Panicum aquaticum, família Poaceae. 


Ver ampliada

Panículas de plantas localizadas no pátio do Colégio Murialdo, Bairro São José, Porto Alegre, RS, determinadas como de Panicum aquaticum, família Poaceae. 


Ver ampliada

Plantas no pátio do Colégio Murialdo, Bairro São José, Porto Alegre, determinadas como Panicum aquaticum, família Poaceae. 


Ver ampliada

Panícula jovem de planta localizada no pátio do Colégio Murialdo, Bairro São José, Porto Alegre, RS, determinada como Panicum aquaticum, família Poaceae. 


Ver ampliada

Espiguetas, ca. 2,5 mm de comprimento, de Panicum aquaticum colhidas no pátio do Colégio Murialdo, Bairro São José, Porto Alegre, RS. 


Ver ampliada

Espiguetas, ca. 2,5 mm de comprimento, de Panicum aquaticum colhidas no pátio do Colégio Murialdo, Bairro São José, Porto Alegre, RS. 


Ver ampliada

Espécime do pulgão-do-milho, Rhopalosiphum maidis (Hemiptera: Aphididae), associado à planta de Panicum aquaticum.


Ver ampliada

Ventre de espécime do pulgão-do-milho, Rhopalosiphum maidis (Hemiptera: Aphididae), associado à planta de Panicum aquaticum.


Ver ampliada

Detalhe do sifúnculo de espécime do pulgão-do-milho, Rhopalosiphum maidis (Hemiptera: Aphididae), associado à planta de Panicum aquaticum.


Ver ampliada

Detalhe da cauda e sifúnculos de espécime do pulgão-do-milho, Rhopalosiphum maidis (Hemiptera: Aphididae), associado à planta de Panicum aquaticum.


Ver ampliada

Detalhe do dorso de espécime do pulgão-do-milho, Rhopalosiphum maidis (Hemiptera: Aphididae), associado à planta de Panicum aquaticum.


Ver ampliada

Cabeça e antenas de espécime do pulgão-do-milho, Rhopalosiphum maidis (Hemiptera: Aphididae), associado à planta de Panicum aquaticum.


Ver ampliada

Estilete de espécime do pulgão-do-milho, Rhopalosiphum maidis (Hemiptera: Aphididae), associado à planta de Panicum aquaticum.


Ver ampliada

Colmo, folha e entrenó de planta de Panicum aquaticum colhida junto ao Riacho Ipiranga, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 13/12/2018.


Ver ampliada

Como e folha de planta de Panicum aquaticum colhida junto ao Riacho Ipiranga, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 13/12/2018.


Ver ampliada

Panícula (inflorescência) de Panicum aquaticum colhida junto ao Riacho Ipiranga, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 13/12/2018.


Ver ampliada

Espigueta de Panicum aquaticum colhida junto ao Riacho Ipiranga, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 13/12/2018.


Ver ampliada

Lígula de planta de Panicum aquaticum colhida junto ao Riacho Ipiranga, solo seco, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 13/12/2018.


Ver ampliada

Entrenó, piloso (tricomas), de planta de Panicum aquaticum colhida junto ao Riacho Ipiranga, solo seco, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 13/12/2018.


Ver ampliada

Espiguetas de planta de Panicum aquaticum colhida junto ao Riacho Ipiranga, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 13/12/2018.


Ver ampliada

Espiguetas de Panicum aquaticum colhida junto ao Riacho Ipiranga, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 13/12/2018.


Ver ampliada

Espiguetas de planta de Panicum aquaticum colhida junto ao Riacho Ipiranga, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 13/12/2018.


Ver ampliada

Espigueta com ráquila de Panicum aquaticum colhida junto ao Riacho Ipiranga, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 13/12/2018.


Ver ampliada

Espigueta, ca. 2,5 mm de comprimento, com ráqula de Panicum aquaticum colhida junto ao Riacho Ipiranga, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 13/12/2018. Quadrados com 1 mm de lado.


Ver ampliada

Lígula de planta de Panicum aquaticum colhida junto ao Riacho Ipiranga, solo seco, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 13/12/2018.


Ver ampliada

Panícula (inflorescência) de Panicum aquaticum colhida junto ao Riacho Ipiranga, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 13/12/2018.


Ver ampliada

Entrenó, piloso (tricomas), de planta de Panicum aquaticum colhida junto ao Riacho Ipiranga, solo seco, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 13/12/2018.


Ver ampliada

Panícula (inflorescência) de Panicum aquaticum colhida junto ao Riacho Ipiranga, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 13/12/2018.


Ver ampliada

Espiguetas, ca. 2,5 mm de comprimento, de Panicum aquaticum, colhidos junto ao Riacho Ipiranga, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 27/12/2018.


Ver ampliada

Antécios, ca. 2 mm de comprimento, de Panicum aquaticum, colhidas junto ao Riacho Ipiranga, próximo ao número 7500. Porto Alegre, RS, 27/12/2018. Quadrados com 1 mm de lado.



O material colhido no pátio do Colégio Murialdo, Bairro São José, Porto Alegre, 15/06/2018, determinado como Panicum sp., família Poaceae. As espiguetas estreito-elipsóides em panícula laxa. Como apenas a espiga foi trazida para o laboratório e as demais características foram observadas nas fotos, não foi possível chegar à espécie. Duas candidatas são P. maximum e P. aquaticus. No entanto, o tamanho das espiguetas de P. maximum geralmente é maior que 3 mm e as colhidas, embora imaturas, mediam (fotos) ao redor de 2,5 mm.

Espécimes do pulgão-do-milho, Rhopalosiphum maidis (Hemiptera: Aphididae), uma espécie cosmopolita que se alimenta preferencialmente em gramíneas, foi encontrado associado a este material.

O Eng. Agr. Mateus S. Lorenset, Herbologia/Agronômica, continuou as pesquisas de determinação da espécie com material coletado em dezembro de 2018 e concluiu que, embora os espécimes apresentem certa pilosidade nos nós, bainhas, e até mesmo nas folhas, trata-se de P. aquaticum. A característica chave para determinação da espécie foi o tamanho da gluma inferior em relação ao comprimento da espigueta, metade do comprimento da espigueta, que é maior na P. peladoense e menor na P. aquaticum. Ambas as espécies são muito parecidas, no entanto, essa característica é fundamental para distingui-las.


Em relação à pilosidade, geralmente a P. aquaticum é glabra ( informação notória na literatura), porém, há muitas variações conforme o ambiente. Caso a planta esteja em ambientes de alta umidade (canais, solos alagados, etc.) há menor incidência dessas estruturas (tricomas), devido até mesmo à sua função. Já em ambientes de baixa retenção de umidade pode haver a presença dos tricomas, em baixa quantidade, que é o caso.


 

Referências:

Boldrini, I. I.; Longhi-Wagner, H. M.; Boechat, S. C. Morfologia e taxonomia de gramíneas sulrio-grandenses. Porto Alegre: UFRGS, 2005. 96 p.

Guglieri, A.; Longhi-Wagner, H.M.; Zuloaga, F. O.  Panicum L. subg. Panicum sect. Panicum (Poaceae) no Brasil.  Hoehnea, 33(2): 185-217, 2006.

Guglieri, A.; Longhi-Wagner, H. M.; Zuloaga, F. O. 2008. Anatomia foliar das espécies de Panicum L. subg. Panicum (Poaceae: Panicoideae: Paniceae) ocorrentes no Brasil. Iheringia. Série Botânica. 63:279–294. Disponível em: http://www.fzb.rs.gov.br/upload/20140328114019ih63_2_p279_294.pdf. Acesso em: 15 jun.2018.

Guglieri, A.; Zuloaga, F.O.; Longhi-Wagner, H.M. Sinopse das espécies de Panicum L. subg. Panicum (Poaceae, Paniceae) ocorrentes no Brasil. Acta bot. bras., 18(2): 359-367, 2004.

Rodrigures, R. S.; Filgueiras, T. S. A tribo Paniceae s.l. (Poaceae: Panicoideae) na Reserva Biológica de Mogi-Guaçu, SP, Brasil. Hoehnea, 41(4): 589-622, 2014.

*******

How to cite: Rosado, J. P.; Gomes, P. S. C. F.; Ferreira, V. A.; Lorenset, M. S. Panicum aquaticum e pulgão-do-milho. Disponível em: http://www.agronomicabr.com.br/agriporticus/detalhe.aspx?id=745. Acesso em: 15 jun.2018. (Atualize a data de acesso)

Nova busca

Sobreo projeto

O AgriPorticus é um projeto do Agronômica, laboratório de diagnóstico fitossanitário, de iniciativa privada, credenciado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
Visite o site para maiores informações: www.agronomicabr.com.br